timex-computer.jpg (19841 bytes)

Sinclair "Loki"

O "Loki" foi o Spectrum que não chegou a ser. Quando o nome Sinclair foi vendido à Amstrad em 1986, um numero de produtos estavam a ser preparados, mas nunca sairam. Um deles era o então chamado Super-Spectrum, o computador a cores de baixo custo. Era para concorrer com o Amiga, com graficos custom e chips de som, ums altissima resolução de 512x256 até 256 cores e 128K de RAM. Tudo por menos de £200. Isto era completamente irealista, no tempo o Amiga custava £1.500, um preço imposto pela sofisticada arquitetura do hardware. No evento, a Amstrad abandonou o desenho da máquina. O teclado parece ter influenciado o +2 e o +3, mas nada emergiu do "Loki".

Super Spectrum - Junho 1986 - Sinclair User

No tempo em que a Amstrad comprou o  nome Sinclair, a Sinclair estava bem avançada no desenvolvimento de um novo computador Spectrum - o Super Spectrum - e a Sinclair User descobriu agora os detalhes completos.
Desenhado para substituir o Spectrum 128 e abaixo das £200, o SuperSpectrum - com o nome de código 'Loki' - é um computador para software de entertenimento com graficos e som nunca vistos em computadores com 5 vezes o seu preço.

A inspiração para o SuperSpectrum vem indubitavelmente da máquina incrivel da Commodore: o Amiga. A chave para começar o poder do SuperSpectrum - como no Amiga - cai sobre os seus chips custom especiais. O SuperSpectrum tem 2 chips sofisticados para tratar da parte de video (dispositivo Rasterop) e sintese de sons, ambos com acesso directo à RAM.
Isto dá a esta máquina o potencial para produzir manipulações 3D rápidas e som hi-fi.

Mas o Amiga custa mais de £1,500, o SuperSpectrum será vendido abaixo das £200.

O truque está no facto de que o SuperSpectrum é ainda uma máquina de 8 bits e tem um modo compativel com o 48K se quiser. O processador é uma versão especial do Z80A, chamado Z80H, que corre ao dobro da velocidade do Spectrum, nuns incriveis 7Mhz. A esta velocidade, há tempo para providenciar um rápido manupulador de interrupções aue mantenha o hardware de video e ainda deixa tempo para correr porgramas mais rápido que o Spectrum 48K.

Mas o poder real deste computador vem dos 2 chips custom. Porque têm acesso directo à RAM, durante o tempo que seria desperdiçado, grandes quantidades de informação podem ser movidos a velocidades que o precessador não consegue, mesmo que não tenha nada que fazer.

Para não sacrificar o CPU, RAM de alta velocidade é requerida, e o SuperSpectrum vem equipado com 2 bancos de 6K cada um com 2 chips de RAM de 256Kbits. Um banco será conectado ao CPU e ao chip de video Rasterop e irá conter a informação de video e tabelas de sons. Um sistema de paginação de RAM é necessario para permitir que o bus de endereços de 16 bits aceda a toda a RAM. Um sistema de 8 bits permite o total de 1MB de RAM. Pelo menos 2 bancos irão ser ocupados com ROMs, mas o resto pode ser preenchido com expansões de RAM.

O video usa 53K de RAM. Mesmo a 7Mhz, o Z80 não consegue manipular esta quantidade de RAM suficientemente depressas para dar uma animação razoavel, por isso o chip graficos custom Rasterop é necessario. Transfere os dados a 8 bits na area de video de um endereço para outro e no processo pode levar funções logicas usando os dados do destino e a fonte de endereços como sendo uma mascara para os registos. Animação e scroll selectivos no ecrã vem a ser um processo automático com o CPU só a enviar poucas instruções durante cada linha de interrupção.

Outra ideia tirada do Amiga é o hardware de desenho de linhas - O SuperSpectrum será capaz de fazer graficos 3D em linhas. O modo de ecrã que vai produzir os melhores jogos é a 256x512 e 64 cores. Um simples byte é usado para cada pixel, deixando 2 bits livres para o Rasterop para usar bobs (blitter objects) que dá animações como sprites e detecção de colisões para graficos multicor.

O mesmo principio de partilha de RAM irá permitir a sintese de sons de alta qualidade como formas de onda que são armazenadas na RAM. A saida de som produzida por um DAC digital de 8 bits pode ser ouvido da televisão, auscultadores ou para alimentar uma aparelhagem de som. Um sampler de som opcional irá permitir gravar qualquer som e usa-lo como uma voz musical. Um teclado para musica para o SuperSpectrum irá estar disponivel como uma adição.

É facil ficar-se cego pelas capacidades de video e som do SuperSpectrum, há mais 2 outras qualidades que podem ser tão importantes para o sucesso da maquina.

O SuperSpectrum irá suportar cassetes - e a Amstrad é bem capaz que o incluir na caixa - as softcards podem vir a ser a nova maneira para armazenar programas. Essas cartas de ROM do tamanho de cartões de crédito, podem conter um programa até 1MB e não baratas de fabricar.

A outra qualidade que pode interessar a Amstrad é o CP/M incluido no SuperSpectrum, e um controlador e uma drive de diskettes, para correr os mesmos programas que o Amstrad CPC e PCW.

Para dar uma ideia do que o SuperSpectrum podia fazer, dê uma olhadela ao Amiga. Toda a gente que já viu um Amiga teve que repensar as excepções dos outros computadores. Pode produzir animações 3D rápidas, aproximando-se da qualidade dos cartoons e produzir som - vozes reais, som real de carros.

O SuperSpectrum não será tão rápido como o Amiga, mas chegará perto, e será capaz de produzir efeitos muito parecidos com uma fração do custo.

A grande questão é: Irá a Amstrad comercializar o SuperSpectrum agora que tem os direitos sobre ele?

Estarão loucos se não o fizerem. Com a tecnologia da Sinclair e o mercado da Amstrad, o SuperSpectrum tomará o mundo.

--------------------------------------------------------------------------------

Teclado

Uma das qualidades que marcará o SuperSpectrum como sendo diferente dos outros computadores Sinclair, será o teclado que é adequado aos mais rápidos teclistas. Com o processamento de texto como a maior atração para as pessoas que não compram um computador para jogos, um bom teclado é essencial. Outra mudança será a ausencia das keywords associadas ao Basic so Spectrum 48K. O Basic é um desenvolvimento do SuperBasic do QL e com um metodo adicional para a entrada de informação será uma caneta de luz, vendida como standart.

--------------------------------------------------------------------------------

Memória

A RAm por defeito será 128K de RAM. Com metade para o chips de video e som, pode não parecer generoso, mas um sistema de paginação existe para permitir a paginação. Com a intensão de que a maior parte do software irá ser gravada em ROM - até um 1MB com as softcards - deixando muita RAM para trabalhar. O SuperBasic, texto, animações, som e editores de musica, bem como o CP/M serã internos e o  slot para as softcards para o SuperSpectrum erá ser standart, dando carregamentos de programas instantaneos para os utilizadores e proteção contra a pirataria.

--------------------------------------------------------------------------------

Z80H microprocessador

Os computadores Sinclair antes e depois do QL usaram o Zilog Z80A, com um relogio de 3,5Mhz. O Z80H permite o SuperSpectrum correr até aos 7Mhz para que todas as funções de processamentos corram em metade do tempo.

A adição de velocidade não significa programas mais rápidos - um sistema de interrupção poderosa irá mander o passo do ecrã sem abrandar o CPU. Os programadores de jogos irão deliciar-se com a abilidade de mudarem o modo de ecrã em qualquer linha do ecrã.

--------------------------------------------------------------------------------

Generação de Som

Em vez de usar um chip de som standart, O SuperSpectrum irá ter um chip custom para sintesizar sons, para que não se pareça com nenhum outro computador, excepto o Amiga. Irá soar como um sintetizador Fairlight, em outras palavras, virtualmente o que se quiser. As formas de onde são guardadas na RAM e lidas a diversas velocidades com filtros. Também irá haver uma interface MIDI, entradas stereo e saidas (estilo dos Walkmans) e composição de musica intergrada.

--------------------------------------------------------------------------------

Entradas e saidas

A lista de conecções para esta nova maquina é impressionante. um bus do Z80; RGB, video composto e TV, drive de disketters, impressora serial, 2 joysticks, caneta de luz, rede e portas para gravador de cassetes devem manter as pessoas contentes. Os especialistas ficaraão contentes com Midi In, out e thru, e entradas stereo, saidas e auscultadores como os walkmans. Também será possivel ligar o SuperSpectrum a gravadores de video, leitor de videodiscos e um frame grabber. A caneta de luz vem como standart.

Opções em preiféricos incluem drives de diskettes, teclado apra musica e expansões de RAM. Discos rigidos, CD-ROM, rato, modem, audio e video grabbers também serão suportados.

--------------------------------------------------------------------------------

Compatibilidade com o Spectrum

A maquina irá ser compativel com o Spectrum 48K. Dentro do SuperSpectrum irão estar cópias das velhas ROMs. O hardware de video tem um modo do Spectrum e o ZPU abranda para 3,5Mhz. Virá com a mesma interface para gravador de cassetes, parece que todo o software do Spectrum irá correr no modo compativel. Não será permitido escrever programas Basic compativeis com o Spectrum, porque as velhas ROMs estarão escondidas do utilizador (quem quer correr programas que corram a metade da velocidade?). mas os programas poderão ser usados porque irão ter acesso a elas quando lidos. O que pode preocupar varias pessoas é a ausencia de uma interface para os Microdrives. Os Microdrives parecem ter ficado de fora. Não há planos para incluir o chip de som do 128, assim a compatibilidade com o 128 está comprometida.

--------------------------------------------------------------------------------

Ecrã

Se pensa que se fez efeitos espetaculares no Spectrum, ainda não viu nada. Com mais de 6 vezes RAM dedicada ao video, o ecrã tem a mesma resolução horizontal que o QL (512 pixeis) mas 16 cores estão disponiveis! Corte o numero de pixeis por linha para 256 e terá duas opções: 256 cores, ou 64 cores e 4 planos de sprites. Para usar este potencial, graficos custom, tecnologia blitter na forma de manipulação de graficos custom, sprites e detecção de colusões, o chip Rasterop (similar ao blitter do Amiga) será incluido. Pode aceder à RAM directamente, para que as operações gráficas sejam executadas rapidamente. o Rasterop contem a interface para a caneta de luz.

Processador:
Z80H @ 7Mhz
RAM:
128K expansivel a 1MB
Armazenamento
: Cassetes
                                 Drive de diskettes/disco rigido opcional
Firmware:
derivado do QL SuperBASIC
Ecrã:
512x256 256 cores
Outros:
Conector de expansão
               RGB/video-composto/TV
               Chip de som custom
               Chip blitter "Rasterop"
               Impressora
               Caneta de luz
               Rede
               Midi
               Expansão de RAM
               RS232
               Altifalante
               Slot para cartridges de ROM